terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Caixa de Pássaros

Título: Caixa de Pássaros
Gênero: Suspense - Pré Apocalíptico


Título Original: Bird Box
Editora: Intrínseca
Autor: Josh Malerman
Sinopse: Romance de estreia de Josh Malerman, “Caixa de Pássaros” é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler.Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.


O livro é narrado na terceira pessoa, e tem também diálogos do personagens. Os capítulos são aleatórios e narram hora fatos atuais, hora acontecimentos passado que levaram as circunstância do momento. Isso tudo muito, mas muito bem entrelaçado e claro.
O livro gira em torno principalmente de Malorie e seus 2 filhos. O enredo é articulado acerca de um fim apocaliptístico misterioso; não se tem informações sobre as causas do comportamentos auto e heteroagressivos que terminam sempre em morte, diante dessa situação a reclusão total tornou-se a única esperança.

Já não se sabe mais o número de sobreviventes, nem se ainda há algum além de Malorie e seus filhos, uma vez que, após anos, os meios de comunicação se deterioraram. Em uma sinuca de bico entre manter-se na "segurança" do território conhecido e a esperança de um paraíso para sobreviventes -Malorie opta pela segunda opção.


Sobre o livro: primeiro realmente ele é o tipo de suspense que te dá medo, e olha que só algo assim me dá medo: o desconhecido, o que não se pode conhecer, sabe?! O enredo é perfeitamente escrito, as pausas nos picos de suspense, revelações e decisões são as ápices desse livro. O emaranhado de informações são claro e objetivos, não nos confunde, os personagens apresentam personalidades impares, sem linha tênue.
Mas não posso deixar de falar de uma parte que me chamou muito a atenção; Quis morrer com o treinamento de controle coercivo, com uso de punição que Malorie submetia seus filhos, desumano é pouco, e a original caixa de Skinner pode ser considerada mel na chupeta se comparado ao que a maluca da mãe fazia. E não me venha com esse papinho de que era a única opção que ela tinha diante das contingências as quais estava exposta, por favor, me poupe.
No mais o livro é excelente, um dos melhores do gênero que li até hoje.

Quem leu, o que achou? Preciso que me contem ahuhuah.
Super Beijo, Bru
=)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...