quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Esquadrão Suicida - Trailer


Saiu na ultima semana o segundo trailer do Esquadrão Suicida, mais uma adaptação das HQ que estão migrando para o cinema. A DC Comics esta apostando bastante na adaptação, a contar pela excelente escolha dos atores. Will Smith (como Pistoleiro), Margot Robbie (como Arlequina), Jared Leto (como Coringa) e tantos outros como Jai Courtney, Viola Davis, Cara Delevingne.
A historia gira em torno do grupo em questão trabalhando para o governo. Rick Flagg esta a cargo de "controlar" os vilões, ainda não esta bem claro o por que de reunir os vilões no filme. O filme ainda tem muito tempo de pós produção mas deu pra ver que o visual do filme esta extremamente fiel aos quadrinhos, ponto positivo para produção do longa.















Eu particularmente espero muito do filme, principalmente da interpretação do coringa de Jared Leto, já que seu antecessor fez uma atuação que é considerada por muitos a melhor atuação em filmes de adaptação de HQ até hoje, Heath Ledger levou o nível do personagem a um outro nível, ganhando até um Oscar póstumo pela sua atuação. Se tem alguém que pode fazer uma atuação incrível no filme, esse alguém é Jared Leto (Ganhador do Oscar por seu papel coadjuvante em Clube de compras Dallas - 2013). Esquadrão suicida tem estreia prevista para 4 de Agosto de 2016.


Por ultimo mas não menos importante a trilha sonora do trailer, assistam o trailer no volume máximo, vale a pena (rsrs)

Segue abaixo o trailer, comentem o que vocês acharam e esperam do filme,

Tarcísio ^^)


domingo, 24 de janeiro de 2016

Não Se Apega, Não

Título: Não se Apega, Não
Gênero: Literatura Juvenil



Título Original: Não Se Apega Não
Editora: Intrinseca
Autor: Isabela Freitas
Sinopse: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrara metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.
Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal per-fei-to! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.
Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, com as tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.

.
O livro é narrado em primeira pessoa, pela autora - que consiste em suas experiências de vida (amorosa, amizade, familiar, etc), e também trechos com diálogos dessas lembranças.
Ganhei esse livro e a sequência deste, de presente de uma amiga, que disse que se eu gostasse ela compraria pra ela, bom: "Leh, amiga, não compra, eu até empresto pra você, caso tenha muita curiosidade por ler".
Pois eu sempre tive muita, afinal, muita gente estava falando maravilhas sobre e poxa, sou filha de Deus e sou curiosa por natureza. O livro não é o pior que já li na vida, mas a disputa por essa colocação é boa.


Eu esperava muito mais, muio mesmo. Achei a escrita muito simplória, com cara de autoajuda para pré adolescentes, uma receita pronta to tipo "faça como eu". Acredito que o maior deslize foi esse, o uso excessivo de argumentação no senso comum e principalmente, na percepção apenas do seu ponto de vista. Relacionamento envolve mil vezes mais que apenas nossas percepções. Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro e isso acontece raramente no livro, e quando acontece é equivocado. Não sei o que pensar, terminei o livro com a impressão de ter escutando uma menina de 12 anos reclamando por horas ininterruptas de seus relacionamentos amorosos, os quais praticamente rege as demais áreas de sua vida, mas que aprendeu a formula mágica, chamada "Desapego", que deve ser usado sem moderação.
Bom, é isso, podem apedrejar, vaiar, xingar... porque não retiro uma vírgula do que falei/escrevi. E sinceramente, nem sei se irei ler o segundo livro.

Beijos, Bru
=)



quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

After 2 - Depois da Verdade

Título: After - Depois da Verdade - Livro 2
Gênero: New Adult


Título Original: After - We Collided
Editora: Paralela
Autor: Anna Todd
Sinopse: No segundo livro, Tessa tenta esquecer Hardin, o jovem caótico e revoltado que partiu seu coração em vários pedaços. Mas ela está prestes a descobrir que alguns amores não podem ser superados. Como apagar da memória as noites apaixonadas em seus braços, ou a eletricidade de seu toque? Hardin sabe que cometeu o pior erro de sua vida ao ter magoado Tessa tão profundamente. Ele não acha que merece tê-la de volta, mas se recusa a deixá-la partir. Neste livro, Hardin vai lutar com toda a sua força para reconquistar o grande amor da sua vida. Ao longo do caminho, os seus mais profundos segredos serão revelados. Depois da verdade, será que o amor de Tessa e Hardin resistirá?



#Hessa pessoal (entendedores, entenderão...rs)!! Como sobreviveram ao final do livro 1 que resenhei AQUI!? Eu sobrevivi porque queria ver até onde chegava a estupidez do ser humano dentro dos livros, até porque, esses protagonistas sim são Um Caso Perdido (outro livro que resenhei AQUI).
Revoltas á parte, vamos ao livro 2: A narração continua como o anterior, papel assumido por Tessa e Hardin.

Se o primeiro livro revelou um segredo e tanto, realmente capaz de arrebentar com qualquer ser humano provido que um coração. Os segredos desse não ficam atrás. Hardin pode até subir alguns degraus no conceito, mas sua capacidade em causar um tsunami com uma gota, pode fazê-lo escorregar e parar lá no fim da fila novamente. Tudo bem que dessa vez Tessa, está sensacionalmente de parabéns, a única explicação pro seus comportamentos tempestuosos só pode ser a convivência com Hardin (eita modelagem e modelação tão eficientes, analistas do comportamentos morreriam de inveja).

O que é bastante evidente nesse livro, é um pouco, quando digo um pouco, é um pouco mesmo  do amadurecimentos dos personagens, que começam uma tentativa de moderar seus impulsos mais primitivos, uma reconstrução de si mesmo, em uma reinvenção de serem melhores um para o outro a principio, o que não é muito maduro, mas já é um grande passo pra esse casal.
E o fim, poxa vida, será que é muito dificil terminar um livro sem deixar os leitores que estão sem limite no cartão e dinheiro no bolso tão ávidos pela continuação?

Quem aí já conhece a série?
O que acham dela? Só não quero spoliers , por favor hahuauh

Beijos, Bru
=)

sábado, 16 de janeiro de 2016

Lançamento - Marcados Para Sempre/ Helena Hunting

Título: Marcados Para Sempre
Série - À Flor da Pele 2





Sinopse: Na emocionante continuação de à flor da pele, Hayden e Tenley procuram na vida a mesma Sintonia perfeita que têm na cama. Depois de perder Tenley, o tatuador Hayden Stryker volta a ser atormentado por seu passado traumático, e suas noites são tumultuadas por pesadelos sobre a morte dos pais. A única maneira que encontra para ficar em paz é indo atrás da mulher que ama. Tenley acha que não merece uma segunda chance, mas precisa deixar de lado toda a culpa que sente, se quiser um futuro com Hayden. Apesar da intensa atração física, os dois têm que lutar para esquecer o passado e reconstruir sua relação, ainda tão frágil. Nesta continuação de À flor da pele, Hayden e Tenley precisam ultrapassar enormes barreiras emocionais e encontrar na vida o mesmo tipo de sintonia perfeita que têm na cama. Marcados para sempre é a emocionante história de dois jovens desesperados para dar e receber amor, mas com medo das marcas que esse tipo de sentimento pode deixar.


E a capa é claro, ela aparece na orelha do livro À Flor da Pele, então não é segredo. E a previsão de lançamento é para o dia 19 de fevereiro *----*. Encontrei pré-venda em alguns lojas vejam aqui, mas estou achando bem caro!!

Enquanto isso você pode ver as resenhas de Doce Tatuagem (aqui) e À Flor da Pele (aqui).



Beijos, Bru
=)

Doce Tatuagem - Clipped Wings 0,5

Título: Doce Tatuagem
Gênero: New Adult

Introdução ao livro À Flor da Pele - Resenha AQUI!
Título Original: Clipped Wings
Editora: Suma de Letras
Autor: Helena Hunting
Sinopse: Depois de sofrer um grande trauma, Tenley se muda para Chicago. Solitária na nova cidade, passa as noites olhando pela janela para o estúdio de tatuagem em frente, onde observar um dos tatuadores a distrai da tristeza. Ele, Hayden, também tem um passado perturbador, e suas relações nunca vão além de sexo casual. A chegada da nova vizinha faz isso mudar. A atração imediata entre eles dá início a uma relação complicada, cheia de fantasmas de suas antigas relações e de desafios a serem superados.



O livro é super curtinho, são dois capítulos, um de Tenley e outro de Hayden, com um total de 29 páginas, e acredito que por esse motivo, ele apenas foi lançado em e-Book.
Bom, não sei o que eu esperava, mas com certeza não esperava dois capítulos, talvez mais detalhes, realmente não sei. Os capítulos narram a rotina de Tenley assim que se mudou para Chicago, os detalhes do seu dia a dia, antes de começar a trabalhar no antiquário. Assim como a primeira vez que viu Hayden. O Capítulo dele é basicamente a mesma coisa, sua rotina, a qual ele chama de condicionamento Pavloviano, algumas sessão com seus clientes e a primeira vez que viu Tenley. A livro acaba ai, e de bônus você encontra o primeiro capítulo de À Flor da Pele.
Estou ansiosa pela continuação, em breve posto sobre isso.

Beijos,
Bru =)

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Vida e Morte - Especial 10 anos Crepúsculo

Título: Vida e Morte
Gênero: Fantasia



Assim que contei sobre essa edição comemorativa sai correndo e garanti o meu na pré-venda, porque, sim, eu amo a Saga Crepúsculo. Mesmo sabendo que pouca coisa se alteraria, fiquei empolgada, mas não criei grandes expectativas, afinal, a própria autora deixou bem claro que seria um releitura.


A principio, tive dificuldade demais pra ler, minha cabeça não conseguia trocar o sexo dos personagens; lia os diálogos e continuava com a imagem dos papéis originais dos personagens - mas, viva a plasticidade cerebral, que me permitiu ultrapassar essa barreira e ler o livro, além de ativar vários novos neurônios, mas antes disso cheguei a abandonar o livro por alguns meses. Então resolvi ler apenas ele, pois costumo ler vários livros ao mesmo tempo, mas não conseguiria fazer isso com este...rs. Cheguei até a fazer essa listinha (foto acima) pra me ajudar nos primeiros capítulos, sim eu sou doida hauha.




Bem, sobre o livro - não vou resenhar de forma convencional, até porque acredito que a grande maioria conhece a estória, seja por meio do livro ou do filme; farei mais em forma de comparação e as mudanças. Calma!! Não vou dar spoiler, pode continuar lendo o post...rs

Como já sabemos nessa versão todos os personagens mudaram de sexo, exceto Charlie e Renée, mas a autora explica os motivos no prefácio. Devido ás mudança, vários contexto foram adaptados, por exemplo: Beau não vai á Port Angeles comprar vestido com as amigas - já da pra ter uma ideia a partir dai, né?!
Notei também que o fato de Beau ser homem não diminuiu sua fragilidade humana. Contudo ele não é tão apático e melodramático quando Bela, o humor irônico se destaca, assim  como sua ousadia.

E o final, bem, o final MUDAAAAA minha gente! Sim, não é igual ao primeiro, eu achei super legal, mas nem vou pedir continuação porque a autora já disse que não vai rolar ¬¬ !!
Vi muitas pessoas criticando o livro por "ser igual" á Crepúsculo, bom, isso ela já tinha deixado bem claro, mas não falou sobre o bônus do final. Portanto não vejo muito o que criticar, sou fã e isso também não ajuda...rs.

Quem já leu, o que achou?
Beijos, Bru
=)


quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Crítica - Star Wars: Episodio VII - O Despertar da Força





J.J. Abrams acerta em cheio os fãs de Star Wars e trilha um caminho perfeito para as próximas continuações da nova trilogia


Primeiramente vou deixar claro que essa critica contem SPOILERS.

Depois de sair do cinema, e ter assistido o novo filme do Star Wars, comecei a pensar como escrever uma critica aqui no Blog para descrever minhas primeiras impressões do filme, mas é difícil não misturar uma critica com as emoções que essa saga me proporciona. Quando o episodio I: A ameaça Fantasma foi anunciado junto com uma nova trilogia, eu tinha por volta de 9, 10 anos de idade. Do anuncio, à estreia do filme em 1999, eu me tornei não só fã, como cultuava todo o universo Star Wars de uma forma que nunca tinha antes com filme algum, pra resumir tudo isso, se hoje falo de filmes com uma certa propriedade e um pouquinho de conhecimento e amo os filmes, o motivo é Star Wars.
Falando sobre o filme, J.J. Abrams conseguiu!!! Ele entregou aos fãs (leia-se eu rsrs), tudo o que os fãs desejavam, uso correto dos efeitos (sem excesso), muitos e muitos efeitos visuais o que só agregam no filme, aventura, ação, ficção, roteiro bem amarrado, novos personagens cativantes, e o que dizer dos personagens que voltaram a serie então, em apenas uma palavra emocionante.
A trama começa mais de 30 anos após o final do episodio VI: O Retorno de Jedi, com a queda do Império e a derrota de Darth Vader, surgiu uma nova ameaça apresentada nesse novo filme, a Primeira Ordem. O filme apresenta também os novos personagens de forma muito rápida, todos no planeta Jakku (lembra e muito Tatooine, planeta onde Luke foi criado até ser iniciado na força e nas artes Jedi), Rey (Daisy Ridley) é uma sucateira que vive esperando que "alguém" volte para busca-la, já que ela passa o filme querendo regressar ao seu planeta Jakku.

A personagem da Rey foi extremamente bem pensada e bem desenvolvida para o filme, carregar o fardo de ser a protagonista numa serie como Star Wars é pesado, mas ela tirou isso com grande maestria, com certeza a melhor personagem dos novos personagens e tem tudo pra roubar a cena nos próximos filmes. Já Finn (John Boyega), é o alivio cômico do filme, encarregado de levar a nossa visão pra dentro do filme junto com a Rey, ele é um Stormtrooper que se volta contra a Primeira Ordem e ajudando o personagem de Poe Dameron (Oscar Isaac), fogem para o planeta Jakku. Nos trailers Finn manipula um sabre de luz, talvez uma tentativa de tirar o foco ou criar uma duvida que a personagem principal não seria a Rey e sim ele, mas como diz Obi Wan no episodio IV "uma arma elegante para dias mais civilizados", mas mesmo sem muita elegância ele se sai bem. Dos novos personagens o que teve menos tempo em ação foi Poe Dameron (Oscar Isaac), como ele foi descrito desde o principio, ele é o melhor piloto da resistência e dono do BB 8 outro dos novos personagens.

O BB 8 é um robô navegador que roubou a cena dos outros androides (C3 PO apareceu no meio do filme apenas, e R2 D2 em hibernação desde que Luke sumiu), extremamente simpático e engraçado, com certeza fara a festa com as crianças. Pra fechar temos o vilão Kylo Ren (Adam Driver) que ao meu ver tem o papel mais difícil do filme, o personagem pode não ter apresentado seu potencial ao máximo (como dito no filme ainda iria 'terminar seu treinamento'), mas tem muito potencial o personagem de Kylo Ren e mesmo sem ser muito explorado, já mostrou a que veio (uma das mortes mais sentidas de toda a saga, se não a mais sentida, mas esse SPOILER eu não vou contar).


Tanto a resistência, como a Primeira Ordem querem apenas uma coisa, achar Luke Skywalker. Essa é a grande questão do filme. Luke sumiu após não conseguir treinar e controlar seu até então sobrinho Ben Solo (Kylo Ren) e evitar que ele se virasse contra os Jedi, se exílou, mas até então, ninguém sabe em qual sistema ou planeta ele se encontra.
Alguns pontos devem ser ressaltados no filme, como a nova arma de destruição da Primeira Ordem, Starkiller (nova Estrela da morte) é muito maior e com muito mais poderio de destruição que a estrela da morte. Ela esta encrustada num planeta inteiro, mas, como a estrela da morte foi até fácil de ser destruída no filme (esses engenheiros do mal precisam de mais treinamento ou horas de estudo rsrs). Alem disso temos muitas perguntas em aberto como, quem é mestre Snoke, que coloca tanto medo em Kylo Ren?? Fora seu sobrinho lhe virar as costas, o que mais fez Luke se exilar, e esquecer dos Jedis?? O que realmente motiva Finn a fazer o que fez, deixar o lado do mal?? Quem são os cavaleiros de Ren, mostrados a Rey em seus pensamentos?? Essas e outras perguntas estão em aberto ainda, mas como teremos mais filmes por vir, esperamos que essas e outras respostas venham no decorrer da nova trilogia.

Também é importante ressaltar a igualdade e a comparação entre esse novo filme e o original episodio IV: Uma nova esperança, ambos os filmes, podem ser estudados a partir da Jornada do Herói de Joseph Campbell, que já escrevia sobre isso na década de 40. A figura paterna que no filme original foi de Obi Wan Kenobi, aqui parte de Han Solo, fazer as boas vindas aos novatos e ser a figura paterna, o que prende o filho Kylo Ren (Ben Solo) ao lado da luz (ou do lado dos Jedis).
Como era de se imaginar, o trio Leia, Han e Chewbacca rouba a cena assim que aparece, mesmo depois de décadas, a ligação que eles proporcionam com os fãs é uma coisa impressionante e indescritível, impossível não se emocionar uma meia duzia de vezes no filme.

Já o Luke, como foi o grande momento e ponto alto do filme, apareceu apenas no ultimo minuto do filme, deixando aquele gostinho de quero mais em todos do cinema, aquela sensação de "P** é o Luke, agora estamos de igual pra igual com eles".
O filme conseguiu trazer de volta o Star Wars que terminou em 1983 com o lançamento do episodio VI, aquele brilho nos olhos, aquela sensação de querer ver e rever e ver de novo o filme, coisa que a nova trilogia (episódios I, II e III) apesar de bons filmes, não conseguiu passar para os fãs, com certeza esse Guerra nas Estrelas estará guardado no coração dos fãs, que esperam ansiosos por 2017 pelo episodio VIII, e que as surpresas que teremos, sejam tão boas e prazerosas quanto essas.

E que a força estejam com vocês.

Já assistiu ao filme? Gostou, não gostou do filme, vamos discutir e comentar sobre..

^^)






domingo, 10 de janeiro de 2016

Obsidiana - Saga Lux 1

Título: Obsidiana - Saga Lux 1
Gênero: Fantasia

Título Original: Obisidian
Editora: Valentina
Autor: Jennifer L. Armentrout
Sinopse: Começar de novo é um saco.Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices... Até dar de cara com o meu vizinho gato, alto de dar tontura e com intimidantes olhos verdes. Hummm... os prognósticos estavam melhorando.
Até que... ele abriu a boca.
Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão e aí, bom, algo inesperado acontece.
O alien gato (meu vizinho) me deixa com um rastro.
Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como lua cheia, e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Deamon, até a magia alienígena desaparecer.
Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.


Ufa!! Fazia tempo que não lia um lançamento do gênero fantasia (no melhor estilo romântico), sem querer arrancar os olhos em algum momento do livro de tanto tédio.
Obsidiana é narrado por Katy - adolescente que acabou de se mudar para uma pequena cidade e vive apenas com sua mãe. Tem um vizinho dono de uma beleza surreal, e com uma identidade nada humana - Eu sei o que dirão, tá, tá, é um enredo muito conhecido com o do livro Crepúsculo, mas, a construção dos personagens é muito mais legal. Quando digo legal, é no sentido divertido. Katy não é nada apática (como a Srta Bella Swan/ Sra. Cullen), ela é engraçada, desastrada, atrevida e debochada. E ele, apesar de salvar a vida dela e por em risco o segredo de sua raça (também típico) é arrogante, sagaz, provocante e mau humorado, apesar de perfeitamente e hipnotizantemente lindo!

O livro é muito dinâmico e engraçado. A trama é leve e conhecida, mas mesmo assim adorável e envolvente, isso justamente pela construção dos personagens ser bem diferenciada dos livros que li do mesmo gênero (Crepúsculo, Fallen, Os Imortais...).
Claro que uma humana descobrir os segredos de uma raça alien denominada Lux (luz), colocará tudo de pernas pro ar, despertando também a atenção de seus inimigos; os Aurum (sombra).
 Já deu pra perceber que a confusão não vai pararpor aqui. E a Saga Lux contará com mais 5 livros.


Ah!!! E como não se apaixonar por Katy? Se ela é uma blogueira que resenha livros *----*!! Simmm, ela é uma de nós, vivendo as improváveis estória de um de seus livros.

Li esse livro após terminar a série After, que detonou comigo, e simplesmente não conseguiria ler nada de New Adult, peguei esse livro sem expectativa, pois não tinha lido nada além da sinopse dele, e puxa, foi uma das melhores surpresas literárias que tive nesse breve começo de ano...rs!!

Alguém mais já leu? Contem tudo! rs

Beijão
Bru = )

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Lançamento: Nunca Jamais/ Collen Hoover

Título: Nunca Jamais

CAPA NACIONAL:


Enfim, a Editora Galera Record divulgou hoje em suas redes sociais a capa nacional de Never Never e também a data de lançamento por aqui.
O livro chegará as lojas agora em fevereiro, mas até agora não está em pré-venda em nenhuma loja, ao menos as online, sim, eu já me certifiquei em todas, ahuahua!! #ansiosa.
Amei manterem a capa original, mudando apenas o título. E eu preciso contar que essa capa já virou meu cérebro de ponta cabeça, isso tudo por causa das revelações que a capa de O Lado Feio do Amor (resenha AQUI!), faz e sequer imaginamos antes de ler.

CAPA ORIGINAL:

Título Original: Never Never
Editora: Galera Record
Autor: Collen Hoover e Tarryn Fisher
Sinopse: Charlize Wynwood e Silas Nash são melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram... Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar.
Charlize e Silas precisam trabalhar juntos para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com eles e o porquê. Mas, quanto mais eles aprendem sobre quem eram, mais questionam o motivo pelo qual se juntaram no passado.


Quem, mais ansioso ai por esse lançamento?
Beijos,
Bru =)

Invocação do Mal 2 - Trailer

Saiu hoje o primeiro trailer de um dos filmes de terror mais aguardados do ano, Invocação do mal 2. A sequencia do filme de 2013 volta com seus atores originais Patrick Wilson e Vera Farmiga, vivendo os demonologistas Ed e Lorraine Warren em mais um de seus casos sobre demonios, entidades, possessões e afins.

Dessa vez a trama será sobre duas irmãs inglesas que os demonologistas retrataram entre os anos de 1977 e 1979. Ao que se viu no trailer, o clima de tensão retratado no primeiro filme da serie será mantido no segundo filme, garantia de bons sustos. Como ponto alto desse trailer, temos uma sala cheia de crucifixos com provavelmente uma das irmãs aterrorizada, eis que surge uma entidade e o trailer é cortado repentinamente deixando aquele suspense no ar.

Veja o trailer abaixo e deixe seu comentario sobre o que esperar do filme.

Tarcísio ^^)


segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Belas Mentiras

Título: Belas Mentiras
Gênero: New Adult

Título Original: All The Pretty Lies
Editora: Grupo Editorial Record
Autor: M. Leighton;
Sinopse: Inocente, pura e doce, Sloane sempre foi superprotegida pela família, mas ela jurou a si mesma que, ao completar 21 anos, tudo seria diferente. E, quando o relógio bate meia-noite, Sloane está pronta para sair do casulo e quebrar algumas regras.
O jovem Hemi tem vários talentos, mas manter o controle, infelizmente, não é um deles. Acostumado a fazer o que sempre quis, nunca precisou se importar muito com as consequências de seus atos. Até que uma tragédia mudou para sempre sua vida. Agora ele tem apenas uma missão, e nada é capaz de afastá-lo de seu objetivo... Até conhecer Sloane.
Mas nada que Sloane e Hemi viveram até hoje foi capaz de prepará-los para o que está por vir. Quando essas duas almas problemáticas se encontram, a conexão é imediata, e eles não têm outra escolha a não ser mergulhar em um mundo de loucura, paixão e devassidão. Porém, os dois têm algo a esconder, e logo vão descobrir que a tentação está nos pequenos detalhes. E é nos pequenos detalhes também que se encontram as mais belas mentiras.


A narração fica por conta dos personagens principais, Sloane e Hemi, que alternam capítulos curtos. Pra começar, pesquise sobre ele e descobrir que é o primeiro de uma série composta por:
Série Pretty Lies:
01. Belas Mentiras
02. All The Pretty Poses;
03. All Things Pretty;
3,5. All Things Pretty, Part Two.







Vou primeiro dar minha opinião de forma geral e depois me explico. Achei o livro fraco, a construção dos personagens é simplória e a história mescla vários aspectos de romances new adult, mas de forma menos detalhada e tramada. Tenho a impressão que consigo encontrar várias inspirações do gênero nesse livro, quem tiver a oportunidade de ler, verá como isso é explicito, pois até citações aparecem, não posso afirma que isso é da autora ou da tradução, então prefiro ser imparcial.
Tudo o que a sinopse conta é um resumão do livro, que tem segredos, mocinha, mocinho badboy, sexo, desentendimentos e confusão.
Não pensem que detestei, não é isso, é que sou fã do gênero e portanto estou bem familiarizada com esses. É importante também dizer que esse é meu primeiro contato com a autora, além do livro fazer parte de uma série, em que os personagens poderão ser melhor desenvolvidos.

Alguém já leu?
O que acharam? Estou muito louca?rs
Beijos, Bru
=)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...