sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Deadpool - Crítica (SEM SPOILER)


Quando se fala em Wade Wilson (Deadpool) dos quadrinhos, algumas pessoas até gelam pois o anti-herói da Marvel é sim sem limites, é sim sem tapas na língua, é sim mulherengo e violento, a classificação do filme não mentiu, muito menos errou em classificar o filme, o filme não é para crianças, essa critica também não irá ser (desculpem baixinhos rsrs).
Quando Wade Wilson apareceu no cinema pela primeira vez no filme X-MEN Origens: Wolverine (2009), Ryan Reynolds interpretou o mercenário tagarela e foi execrado pela critica especializada, pois o papel deixou muito a quem do que merecia.


















Depois de apanhar muito com o Lanterna Verde (2011), outro herói que merecia ser melhor tratado e melhorado nos cinemas, Ryan Reynolds embarcou mais uma vez na pele do anti herói tagarela, dessa vez de cabeça pois até como produtor do filme ele assinou. O filme ainda conta no elenco com T.J. Miller, Ed Skrein, Gina Carano e a brasileira radicada nos estados unidos Morena Baccarin par romântico de Ryan Reynolds.
Quem conhece ou já ouviu falar de Deadpool sabe do humor acido e extremamente critico e debochado dele, esta tudo presente no filme, as tiradas, o deboche, as cenas picantes, o humor negro que não deixa passar nem o Wolverine, os X-MEN, a FOX, Batman e Robin, Lanterna Verde, até mesmo o fato dele ser interpretado pelo Ryan Reynolds escapou da zoação (falaremos da quebra da 4° parede a seguir), tudo é motivo pra piada e mais piada, tudo regado a muito palavrões e chingamentos.
Um fato interessante (não é novidade mas foi bem usado) foi a quebra da 4° parede, que nada mais é quando um personagem dos quadrinhos ou cinema ou livro começa a interagir com o leitor ou espectador, Deadpool faz isso abundantemente nos quadrinhos e foi levada com louvor pro cinema, muito bem empregado nos Flashbacks do filme.
O filme mostra um outro lado dos filmes de super heróis, não tão bonzinho como Capitão América por exemplo, mas mesmo assim muito divertido e mesmo ignorando algumas regras, ainda é um filme de super herói, claro que com algumas referencia que deixariam o pobre Capitão América de cabelo em pé (kkk)

Como Guardiões da Galaxia, o filme do Deadpool esta no ponto quando o quesito é música, uma trilha sonora impecável (destaque para Juice Newton - Angel of the Morning, logo nas cenas de abertura). O filme é bonito visualmente também, sem efeitos extravagantes que poderiam comprometer o foco principal do filme (orçamento não deixou gastar muito).
O filme cumpre o que promete, inclusive todo o marketing em cima do filme, compensa cada centavo gasto na promoção do filme, deixo aqui uma ultima mensagem pro crucificado Ryan Reynolds, você conseguiu entregar um filme excelente de super herói.

Pra encerrar, como de costume, não saiam do cinema antes de terminar e ver a cena pós créditos, tem segredos importantes para o que pode ser o futuro da franquia.

E vocês, já foram assistir?? O que acharam ?? Gostaram ou esperavam mais?? Deixe seu comentário..

Tarcísio ^^)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...