sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Resenha: Corte de Espinhos e Rosas

título: Cortes de Espinhose Rosas
Gênero: Distopia Fantástica.


Título Original:
Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Sinopse: Nesse misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira — que ela só conhecia através de lendas —, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve

 provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados.



O livro é uma versão de A Bela e a Fera -  é narrado por Feyre, uma versão rústica da Bela, que fica no pelotão de frene em uma batalha, guerreira por necessidade, ela é a filha mais nova de três irmãs e um pai delibitado e falido, que passa os dias lamentando o que perdeu. Por se a mais nova, não teve a mesmas oportunidades que suas irmã em desenvolver os requisitos necessários para se comportar como uma dama, então o serviço braçal ficou pra ela. Mulher macho sim senhor!
Tamlin e nossa fera, amaldiçoes, ferida, com o peso de um reino em suas costas e uma desgraça iminente. Cheio de segredos e meias palavras; Entre fazer o certo e o necessário, ele se envolve com uma mortal sem papas na língua, cheia de marra, com um coração cheio de rancor e ódio, além de um desejo íntimo de ser cuidada e  protegida. 


Assim como no clássico uma maldição atinge não apenas nossa fera como também todo seu reino. Porém essa ameaça pode escapar das muralhas que separa o reino imortal do mortal, e se alastras por toda Terra.. Mais frágil do que os humanos possam imaginar, as muralhas não têm impedido sequer o  ataque das criaturas Feéricas no reino humano. 


Para complicar ainda mais Feyre acaba cometendo um uma falha, um erro grave e para sobreviver e proteger sua família, ela pagará a dívida com sua própria liberdade, indo com Tamlin, morar na Corte Primaveril - um palácio digno de contos de fada, com um jardim encanador, criaturas encantadas e uma biblioteca magnífica (o sonho de consumo de todo Blogger literário) e isso seria perfeito se Feyre tivesse todas as habilidades acadêmicas da nossa tradicional bela.
Determinada a não viver pra sempre ali, ela saí em busca de toda e qualquer ajuda, se mete em grandes perigos, mas também cria novas amizades. Com o passar dos dias, Feyre já não tem tanta certeza se quer ir embora, muito mais que isso, os laços com Tamlin se tornam cada vez mais forte, porém a ameaça que paira sobre o reino volta á atacar, e dessa vez nem Tamlin poderá salva-lá, pois quem detém a cura para todo mal pode ser ela mesmo, mas seus sentidos podem lhe trair.



Eu devorei o livro, simplesmente amei! Achei a mistura distopia, fantasia e reconto simplesmente perfeito. Os personagens são incríveis, os diálogos misteriosos, quase que como uma charada, meticulosamente articulados e desenvolvidos.

Não vejo a hora de ler a continuação, mas confesso que está muito caro!!!

Quem leu o que achou??

Beijos, Bru
=)

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Notícia: The Fire Between High & Lo Fiz - The Element 2/ Brittainy C. Cherry

Gente, não sei em que planeta eu vivo, porque só me dei conta do segundo livro da série Elementos, quando vi notícias do terceiro, por esse motivo nem intitulei o post de lançamento, não rola ne?! Mas também não poderia deixar de mostrar esse livro aqui.


Sinopse:
Era uma vez um menino, e eu o amava. Logan Francis Silverstone e eu éramos completos opostos.
Eu dançava enquanto ele ficava parado. Ele era quieto, e eu estava sempre movendo minha boca. Ele se esforçava para dar um sorriso, enquanto eu me recusava a ficar carrancuda.
Na noite em que vi a escuridão que realmente vivia dentro dele, não pude desviar o olhar. Nós estávamos ambos quebrados, mas de alguma maneira formávamos um todo. Nós éramos tão errados juntos, mas também tão certos. Nós éramos as estrelas que queimavam o céu noturno à procura de um desejo, orando por uma manhã melhor.
Até o dia em que eu o perdi.
Ele nos jogou fora numa decisão precipitada - uma decisão que nos mudou para sempre. Era uma vez um menino, e eu o amava. E, por algumas respirações, alguns sussurros, alguns momentos, acho que ele me amou também.

Bom, como sempre até a sinopse da mulher é boa! Eu amei o primeiro livro da série O Ar Que Ele Respira, que resenhei AQUI!
Ainda e infelizmente não temos previsão de lançamento por aqui! Assim que eu tiver aviso vocês!
Acho que poderiamos bombardear o e-mail da Editora Record com pedido... #SouDessas !

Beijos
Bru = )

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Resenha: O Ar Que Ele Respira/ Serie Elementos 1

Título: O Ar Que Ele Respira/ Série Elementos #1
Gênero: New Adult/ Drama


Título Original: The Air He Breathes - Elements Serie #1
Autor: Brittainy C. Cherry.
Editora: Record
Sinopse: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.


Começamos em abril de 2014 com a narrativa de um Tristan bem humorado, feliz com a vida e entusiasmado com projetos futuros - realizando seus sonhos; que em um piscar de olhos se tornaram pesadelo.
Pouco mais de um ano depois, é Liz quem narra, e sua vida não é muito melhor que de Tristan. Aliás, eles tem mais em comum do que podem imaginar.
Fugindo das lembranças ela se desencontra da vida e resolve volta a lugar onde foi muito feliz, mas parece que os fantasma das lembranças nunca abandonaram a moça que ainda tem um motivo pra continuar, diferente de Tris.
No entanto um quase acidente faz esses corações despedaçados se encontrarem, Tristan tem olhos azuis acinzentados - sério isso produção? Só Mozão pode ser descrito assim! - é arrogante e grosseiro de carteirinha, além de ter péssima fama e um reputação digna de Linha Direta na cidadizinha.


O livro poderia ser a personificação do drama, da depressão e tristeza,um dramalhão digno de patrocínio dos lenços Softys; se não fosse pessoas como a Faye, melhor amiga de Liz, com personalidade, digamos, singular? peculiar?! e também a doce e fofa Emma, filha de Liz.
Ok, também chorei. Você está rindo da vida com os personagens e aí as comportas se abrem e você chora mais que a mocinha da novela das 9. É intenso, é forte, é desesperador! É uma dor palpável, excita em você aquela dor maior que você já sentiu na vida!











O drama pessoal de cada personagem já é o suficiente para nos envolver nessa leitura. O enredo dramático, os personagens com personalidades impares dão um toque especial nos diálogos que são muito bem articulados e desenvolvidos, podendo iniciar em algo leve e nos levar á beira das emoções. Porém alguns elementos são inseridos na trama e realmente me pegou desprevenida, eu até imaginava um deles, mas o principalmente teve sua entrada triunfal.
Mais uma vez a autora me deixou acorda na madrugada, mas valeu a pena, li o livro todo em questão de horas e entrou para a lista dos queridinhos. Bem, eu já esperava isso depois de Sr. Daniels - que resenhei AQUI.

Esse é o primeiro livro da Série Elementos (ar, fogo, terra e água) que poderão ser lidos independentes. O Ar Que Ele Respira, nos remete ao que manter vivo, ao que nos mantém respirando, vivos. Eu mal posso esperar pelos outros, tem uma prévia deles AQUI!

Me contem o que acharam?
Beijos, Bru
=)

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Lançamento: Bela Chama/ Jamie McGuire

Oi minha gente!!! Quem aí acompanhou a votação para escolher a título? Bom, eu adorei que a Verus tenha feito isso, aliás eles sempre pedem e ouvem a opinião dos leitores! Ponto pra editora!
Bom Aqui está a capa nacional, que diga-se de passagem ARRASOU, com o título escolhido, o qual eu também votei.




Sinopse:
Recém-saída da faculdade, Ellison Edson caiu até o fundo do poço. Enquanto estava na casa de férias da sua família em Colorado, seu comportamento finalmente chamou a atenção dos seus pais – mas não do jeito que ela esperava. Sem acesso aos milhões que ela sempre deu como certos, e deixada sozinha para cuidar de si mesma, Ellie está cada vez mais fora de controle, cometendo um erro que ela não pode apagar.
Como seu irmão gêmeo Taylor, Tyler Maddox é membro do grupo de elite de bombeiros Alpine, combatendo incêndios florestais na linha de frente. Tão arrogante quanto é charmoso, o estilo de vida nômade de Tyler torna fácil limitar suas relações a uma noite. Quando ele conhece Ellie em uma festa local durante a baixa temporada, suan personalidade extrema e atitude desdenhosa o fascinam no início, mas conforme seus sentimentos crescem, Tyler percebe que os demônios interiores da mulher que ele ama podem ser o inimigo mais forte que qualquer Maddox já enfrentou.

Eu estou aniosissima pra ter essa belezinha na minha coleção! Eu já li e quem quiser saber um pouquinho mais, tem resenha Aqui

A data prevista de lançamento é 17 de outubro e já está em pré-venda na Amazon e em várias lojas Aqui!

Mais alguém empolgado pra ter o Tyler em casa?
Beijos, Bru
❤️

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Resenha: Lead - Stage Dive 3

Titulo: Lead - Stage Dive #3
Gênero: New Adult

Resenhas da Série Stage Dive:
Lick - Livro 1
Play - Livro 2
Deep Livro 4

Título Original: Lead
Autor: Kylie Scott
Sinopse: Como vocalista do Stage Dive, Jimmy estava habituado a ter o que quiser, quando quiser, seja bebida alcoólica, drogas ou mulheres. No entanto, quando um desastre nas relações públicas serve como um despertar para sua vida e o leva para uma clínica de reabilitação, ele conhece Lena, sua nova assistente em tempo integral para mantê-lo longe de problemas.
Lena não está disposta a aceitar merda do sexy roqueiro e está determinada a manter seu relacionamento completamente profissional, apesar da forte química entre eles. Mas quando Jimmy vai longe demais, Lena vai embora, e ele percebe que pode ter perdido a melhor coisa que já aconteceu com ele.







Quando li, o livro ainda não tinha sido lançado por aqui, li em e-book graças a minha amiga Leoana do Blog A Garota Com Os Livros (sigam o blog dela), que é um amor de pessoa e compartilhou seus livros comigo!!


Quem narra o livro é a destemida, ousada e atrevida Lena, que cai de paraquedas na vida da banda Stage Dive, mas precisamente na vida de Jimmy, o vocalista arrogante, rude, superficial, mal educado, narcisista, em reabilitação por uso de drogas e álcool e que acha que tudo e todos podem ser comprados com bens materiais. Combinação bombástica para um casal problema.


Já conhecemos o drama da vida de Jimmy no livro Lick o primeiro da Stage Dive que resenhei AQUI ! O que nos dá outros aspectos a serem explorados e descobertos nesse livro.
Lena é contratada para ser a assistente de Jimmy e mantê-lo longe de qualquer estímulo que possa causar uma recaída e uma nova visitinha á clínica de reabilitação.


A mulher é linha dura e não cede aos caprichos do rock star egocêntrico, ela bate de frente com ele consegue o que quer. Porém, a armadura ante Jimmy, sofre uma rachadura quando o grandalhão tem um momento de "fraqueza sentimental" e mostra que tem um coração, á partir daí Lena começa a ter problemas em separar seus próprios sentimentos do lado profissional e pretende abandonar o trabalho e seguir em frente, já que seu coração sofreu uma grande e miserável traição no passado.


O livro é muito dinâmico e engraçado, Lena é realmente atrevida e não tem medo da cara feia de Jimmy, as coisas em que ela envolve ele são uma comédia á parte. Assim como os 4 passos, que se tornam 5 passos, para esqueço-lo, encontrados em uma revista. O desfecho é muito legal e simples, nada de drama.
E o bacana também é continuar tendo acesso as estórias Lick e Play!

Beijos,
=)
Bru

sábado, 17 de setembro de 2016

Lançamento: The Silent Waters - The Element 3/ Brittainy C. Cherry

A semana mal começou e o blog está cheio de post com novidades do mundo literário!
Dessa vez foi divulgado capa do terceiro, livro da série Elementos da Autora Brittainy C. Cherry.
Agora vou confessar; eu nem sabia do segundo livro que é The Fire Between High & Lo - Em que mundo eu vivo? Vou fazer um post sobre ele também.
Vamos conhecer a capa:








Sinopse:
Nossas vidas são uma coleção de momentos. Alguns absolutamente doloroso e cheio de ontem dói. Alguns bem esperançoso e cheio de promessas de amanhã. Eu tive muitos momentos na minha vida, momentos que me mudou, me desafiou. Momentos que me assustou e me envolveu. No entanto, os maiores, o mais devastador e de tirar o fôlego queridos-tudo incluído ele. Eu tinha oito anos de idade quando eu perdi minha voz. Um pedaço de mim foi roubado, e a única pessoa que poderia realmente ouvir o meu silêncio foi Brooks Griffin. Ele era a luz durante os meus dias escuros, a promessa de amanhã, até que a tragédia o encontrou. A tragédia que, eventualmente, o afogou em um mar de memórias. Esta é a história de um menino e uma menina que se amavam, mas não se amam.Uma história de vida e morte. De amor e promessas quebradas. De momentos.

O que é essa sinopse? Passadaaaa!
Agora a pergunta que não quer calar: Onde a autroa arruma tanto modelo maravilhoso assim? Porque gente, essas capas são quase hipnoticas #sincerona! hauhau.

Não sejo a hora dos outros livros da serie chegarem por aqui!

Beijos, Bru
=)

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Notícia: Pôster e Trailer Oficial, de 50 Tons Mais Escuro é Divulgado

Olá meu povo! Depois de muito suspense e 6 meses de gravações, foi divulgado ontem o primeiro  (nano) Trailer Teaser e Poster oficial. E hoje o primeiro Trailer de 50 Tons Mais Escuros.


Trailer Tease:


Recadinho dos atores direto dos bastidores, quando ainda estavam gravando - Créditos ao ig Cinquenta Tons Br:



E agora o Trailer na integra!





Dirigido por James Foley, o filmes promete ser mais intenso e próximo ao Best-Seller da autora Erika, já que o primeiro filme da franquia foi bastante criticado, apesar do grande sucesso.
Sem mais delongas assista aqui:



Eu gostei muito, consegui um vislumbre de vários elementos. Além do casal mais shippado dos livros. Agora é só esperar, o lançamento está previsto para o Valentine's Day, o que nos dá a data de 14 de fevereiro de 2017.
Quer saber tudo o que rolou nas filmagens de Darker e Freed? Tem Post AQUI!

O que acharam? Ansiosos?

Beijos, Bru
=)

Resenha: Tensão - Livro 1

Título: Tensão - Livro 1
Gênero: New Adult








Título Original:
Autor: Gail McHugh
Editora: Arqueiro
Sinopse: Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos.
Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela.
Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?

O livro é narrado por Emily, que se diz loucamente apaixonada por seu namorado. No entanto sua relação com ele não parece regada á paixão. A relação parece muito mais uma dependência afetiva da mocinha, que já sofreu com muitas perdas e está imensamente grata por ter um namorado tão bom.

Diferente desse sentimento de gratidão, Gavin (tipico rico, que pega todas e justifica-se em uma desilusão amorosa) desperta algo muito mais intenso em Emily, coisa que ela não se lembra sentir pelo namorado. No entanto empurrando esse sentimento pro fundo de sua existencia, ela não abre mão da segurança, admiração e gratidão que sente por Dillon.

Mas talvez toda essa admiração que tem pelo namorado pode não passar de simples e pura manipulação da parte dele. O pior é que ela é completamente dependente emocional dessa relação e acredita em qualquer e toda argumentação barata.  Além de Dillon ser abusivo, fazendo jogos de manipulação com ela.

Bom, por fim o livro é cansativo, cheio de mais do mesmo, dramas que te fazem revirar os olhos de tão banais. Não foi minha maior decepção literária do gênero, mas não fica muito atrás. A premissa é boa, mas se perde na construção dos personagem e no enredo. Não pretendo continuar a série. Quem me conhece sabe o quanto não gosto de fazer críticas negativas de livros, que procuro ponderar tudo, mas realmente existem livros que tem tudo pra ser bom, mas se perde usando elementos muito comuns de maneira desenfreada.

Quem já leu esse livro, o que achou?

Beijos, Bru
=)


domingo, 11 de setembro de 2016

Notícia: Lançamento de Grey 2 + Um Conto de Darker

Vim com duas notícias, a primeira é que a autora E.L. James publicou em sua página no Facebook um conto de Darker pelos olhos de Grey, em comemoração ao aniversário de Anastácia, que foi ontem. Pois bem, segue a tradução e abaixo um supro de esperança pra quem quer logo Grey 2.


________________________________________________________________________________

Quinta-feira, 09 de junho de 2011

Eu sento. Esperando. Meu coração está batendo alto. São 5:36 e eu olho através do vidro escurecido do meu Audi na porta da frente do prédio dela. Sei que cheguei cedo, mas estive esperando por esse momento o dia todo.

Eu vou vê-la.

Eu mudo de lugar na parte traseira do carro. A atmosfera é sufocante, e embora eu esteja tentando manter a calma, a antecipação está batendo no meu estômago e pressionando para baixo no meu peito. Taylor está sentado no banco do motorista olhando para frente, sem palavras, com sua habitual pose, enquanto eu mal consigo respirar. É irritante.

Porra. Onde ela está?

Ela está lá dentro – dentro da Seattle Independent Publishing. Situado em uma ampla calçada, o prédio é gasto e precisa de uma reforma. O efeito fosco na janela está descascando e o nome da empresa está marcado casualmente no vidro. O negócio por trás dessas portas fechadas poderia ser uma companhia de seguros ou uma empresa de contabilidade; eles não estão exibindo seus produtos. Bem, isso é algo que posso resolver quando tomar controle. SIP é minha. Quase. Já assinei o contrato.

Taylor limpa sua garganta e seus olhos encontram os meus no espelho retrovisor. “Vou esperar lá fora, senhor”, diz ele, me surpreendendo, e ele sai para fora do carro antes que eu posso pará-lo. Talvez ele esteja mais afetado pela minha tensão do que eu pensava. Sou tão óbvio? Talvez ele esteja tenso. Mas por que? Deixo escapar um suspiro. Ele teve que lidar com o meu meu humor em constante mudança na semana passada e sei que não tenho sido fácil.

Hoje foi diferente. Esperançoso. É o primeiro dia produtivo que tenho desde que ela me deixou, ou assim parece. O otimismo tem me estimulado através das minhas reuniões com entusiasmo marcando minha constante necessidade de verificar o horário. Dez horas até eu vê-la. Novo. Oito. Sete… Minha paciência testou meu relógio enquanto ele batia mais próximo da minha reunião com a senhorita Anastasia Steele.

E agora que estou aqui sentado, sozinho e esperando, a determinação e confiança que eu tive o dia todo vão embora.

Talvez ela tenha mudado de ideia.
Será uma reunião? Ou apenas uma carona para Portland?

Olho meu relógio mais uma vez.

5:38.

Merda. Por que o tempo muda tão devagar?

Contemplo enviando um email para ela para que ela saiba que estou aqui fora, mas quando eu olho pro meu celular, percebo que não quero tirar os olhos da porta da frente. Na minha mente eu lembro dos emails recentes dela. Eu os conheço de cor; todos eles amigáveis e concisos, mas sem um indício de que ela está sentindo minha falta.

Talvez eu seja a carona.

Deixo de lado o pensamento e olho para a porta, desejando que ela apareça.

Anastasia Steele, estou te esperando.

A porta abre e meu coração sobe em ultrapassagem, mas rapidamente para com a decepção. Não é ela.

Porra.

Ela sempre me deixou esperando.

Um sorriso sem humor aparece nos meus lábios: esperando na Clayton’s, no Heathman após a sessão de fotos, e depois que eu enviei os livrosde Thomas Hardy.

Tess…

Pergunto-me se ela ainda tem os livros. Ela queria devolver para mim; ela queria dá-los para uma instituição de caridade.

“Não quero nada que vai me fazer lembrar de você.”

A imagem de quando ela me deixou vem a tona na minha mente; seu rosto triste e marcado pela dor e confusão. É indesejável. Doloroso.

Eu fiz ela infeliz. Eu levei tudo muito longe, muito rápido. E isso me enche de remorso. O desespero se tornou muito familiar desde que ela foi embora. Fechando os olhos, tento me concentrar, mas sou confrontado pelo meu medo mais profundo e escuro: ela está com outra pessoa. Ela está compartilhando sua pequena cama branca e seu belo corpo com alguém estranho.

Porra. Permaneça positivo, Grey.

Não vá por aí. Nem tudo está perdido. Você irá vê-la em breve. Seus planos estão em ação. Você irá ganhá-la de volta. Abrindo meus olhos, olho para a porta da frente através do vidro escurecido do Audi que agora reflete o meu humor. Mais pessoas deixam o prédio, mas nada da Ana.

Onde ela está?

Taylor está do lado de fora e olhando para a porta da frente. Cristo, ele parece tão nervoso quanto eu.Que diabos ele tem?

Meu relógio diz que são 5:43. Ela estará fora a qualquer momento. Respiro fundo e puxo os meus punho, então tento endireitar a minha gravata só para descobrir que eu não estou usando uma. Merda. Passo a mão sob meu cabelo e tento não pensar nas minhas dúvidas, mas elas continuam me atormentando. Sou apenas uma carona para ela? Será que ela sentiu minha falta? Ela está saindo com alguém? Não faço ideia. Isso é pior do que esperar por ela no Marble Bar e a ironia não está perdida em mim. Pensei que tinha sido o maior negócio que e já tinha feito com ela. Franzo a testa – não saiu do jeito que eu esperei. Nada sai do jeito que eu espero com a senhorita Anastasia Steele. O pânico bate no meu estômago mais uma vez. Hoje eu vou negociar algo ainda maior.

Eu quero ela de volta.
Ela disse que me amava..
Meu coração pula enquanto a adrenalina preenche meu corpo.
Não. Não. Não pense nisso
Acalme-se, Grey. Foco.

Olho mais uma vez para a entrada da Seattle Independent Publishing e ela está lá, vindo em minha direção.

Porra.


_________________________________________________________________________________

Agora vou deixar aqui a postagem original, e tenho um motivo especial pra isso!





Viram o motivo? 
Não? Jura? Capaz!!!!
Então vou dar um recorte na imagem e você vai entender minha felicidade:





Gente se isso não foi um spoiler, eu não sei o que mais pode ser. Pelo visto Grey 2, será lançado no próximo ano. Meu coração não vai aguentar: Filme e Livro em 2017!!

Mais alguém empolgado por ai?
Depois desse conto, fiquei com mais vontade de ler o ponto de vista do Mozão em Darker! E vocês?

Beijos, Bru
=)

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Resenha: O Inferno de Gabriel

Título: O Inferno de Gabriel
Gênero: New Adult





Título Original: Gabriel's Inferno
Autor: Sylvia Reynard
Editora: Arqueiro
Sinopse: A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher.
Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites.
O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados.
Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer.
Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir.
Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.



Gabriel era a personificação da arrogância e prepotência. Exibido, mal humorado e com péssima fama na família, e um histórico de antecedentes desconhecido, misterioso, portanto nada de bom pode surgir daí.

Julia é a moça virgem, pobre, batalhadora, inteligente, que cora com elogios e um desastre ambulante. - consegue fazer farelo com sopa e derrubar por todo o tapete persa mais próximo. Vive assustada  e é facilmente intimidada por qualquer pessoa. Apresenta baixa autoestima e autoconfiança. Apesar de tudo abandona a cidade natal pra correr atrás de sua carreira.

Ele professor e ela a aluna, e isso e a hierarquia e poder é meio clichê, mas a de incio não temos muita informação sobre a relação deles, mas da para perceber que existe um passado em comum entre eles, mas só. Migalhas de informações, desse mistério são contados por devaneios de Júlia. Porém para ficar ainda mais confuso, Julia, nos mostra lembranças que não se encaixam, que nos deixa confusos.

Por outro lado, ao que parece, Gabriel sequer lembra desse momento real - será que não significou nada pra ele? Ou está fingindo?, essas são algumas hipóteses que levantamos. Contudo os detalhes e sutilezas dela (como o cheiro de baunilha) despertam algo nele, como um dejavù.


 Ao longo do livro, as confusões aumentam, mas aos poucos conseguimos compreender o fatídico dia em que Julia e Gabriel se conheceram, e os motivos pelos quais cada um tem uma lembrança incomum para o que aconteceu. Também compreendemos as outras lembranças infelizes de Julia.
A relação deles lembra muitos os romances de época, e acredito que isso acontece na relação por influência da paixão de ambos pela literatura de Dante. É uma viagem no tempo, em que você acaba se lembrando que é um romance contemporâneo quando na narração aparece um Iphone tocando, ou uma chamada de voo. Portanto não esperem cenas de sexo enlouquecedoras, pelo menos nesse primeiro volume não vai rolar rs.
Temos um drama, dois dramas, alguns dramas, e por mais que sejam temática polêmicas, não são intensos, não sei se isso me agrada, não dá pra dizer isso só com a leitura do primeiro livro, mas vou deixar essa parte em aberto.



Antes de começar o livro tinha lido comentários negativos dessa série, comparando-a com 50 Tons. Quanto a isso o que tenho que dizer é que a escrita Sylvia, não se parece em nada com a de Érica, aliás, não se parece com nada que eu já tenho lido em livros NA. Encontramos aqui um arranjo entre a sensualidade e o romance romântico - o nostálgico flerte, cortejo e a sedução gradual, sensual e poética, isso mesmo, poética! Tendo muita influência da obra sobre Dante e da cultura Italiana. Contudo, muitos elementos nos remete a trilogia 50 Tons, contudo isso não compromete a obra que é muito boa. Eu realmente não esperei tanto dela, e por esse motivo demorei tanto pra ler, mas a surpresa foi grata e vou continuar.

Quem ai já leu? Me contem o que acharam?

Super beijo, Bru
=)

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Lançamento: Novembro 9/ Colleen Hoover

Fast-Post na madrugada pra dar duas notícias boas: 1ª enfim setembro e 2ª finalmente teremos November 9 da Collen Hoover em nossas prateleiras ou não $  !
Manteve-se a capa original - glorifiquemos em pé!



Título Original: November 9
Autor: Collen Hoover
Editora: Galera Record
Sinopse: Autora número 1 da lista do New York Times retorna com uma história de amor inesquecível entre um aspirante a escritor e sua musa improvável.Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

A previsão de lançamento é pra esse mês no dia 26 - Eu esperei que ele fosse lançado em novembro, hauhau, ALOKA!
Bom, nem preciso dizer que estou surtando! Amo as obras da CoHo e com certeza queria essa na minha prateleira, digo queria porque ta custando a hora da morte. Por enquanto só encontrei pré-venda na Saraiva e os afortunados poderão adquirir essa belezinha por míseros 39,90.
Meu coração vai ter que aguentar até o Black Friday! </3

Quem ai já vai garantir o livro?

Beijos, Bru
=)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...