quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Resenha: O Ar Que Ele Respira/ Serie Elementos 1

Título: O Ar Que Ele Respira/ Série Elementos #1
Gênero: New Adult/ Drama


Título Original: The Air He Breathes - Elements Serie #1
Autor: Brittainy C. Cherry.
Editora: Record
Sinopse: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.


Começamos em abril de 2014 com a narrativa de um Tristan bem humorado, feliz com a vida e entusiasmado com projetos futuros - realizando seus sonhos; que em um piscar de olhos se tornaram pesadelo.
Pouco mais de um ano depois, é Liz quem narra, e sua vida não é muito melhor que de Tristan. Aliás, eles tem mais em comum do que podem imaginar.
Fugindo das lembranças ela se desencontra da vida e resolve volta a lugar onde foi muito feliz, mas parece que os fantasma das lembranças nunca abandonaram a moça que ainda tem um motivo pra continuar, diferente de Tris.
No entanto um quase acidente faz esses corações despedaçados se encontrarem, Tristan tem olhos azuis acinzentados - sério isso produção? Só Mozão pode ser descrito assim! - é arrogante e grosseiro de carteirinha, além de ter péssima fama e um reputação digna de Linha Direta na cidadizinha.


O livro poderia ser a personificação do drama, da depressão e tristeza,um dramalhão digno de patrocínio dos lenços Softys; se não fosse pessoas como a Faye, melhor amiga de Liz, com personalidade, digamos, singular? peculiar?! e também a doce e fofa Emma, filha de Liz.
Ok, também chorei. Você está rindo da vida com os personagens e aí as comportas se abrem e você chora mais que a mocinha da novela das 9. É intenso, é forte, é desesperador! É uma dor palpável, excita em você aquela dor maior que você já sentiu na vida!











O drama pessoal de cada personagem já é o suficiente para nos envolver nessa leitura. O enredo dramático, os personagens com personalidades impares dão um toque especial nos diálogos que são muito bem articulados e desenvolvidos, podendo iniciar em algo leve e nos levar á beira das emoções. Porém alguns elementos são inseridos na trama e realmente me pegou desprevenida, eu até imaginava um deles, mas o principalmente teve sua entrada triunfal.
Mais uma vez a autora me deixou acorda na madrugada, mas valeu a pena, li o livro todo em questão de horas e entrou para a lista dos queridinhos. Bem, eu já esperava isso depois de Sr. Daniels - que resenhei AQUI.

Esse é o primeiro livro da Série Elementos (ar, fogo, terra e água) que poderão ser lidos independentes. O Ar Que Ele Respira, nos remete ao que manter vivo, ao que nos mantém respirando, vivos. Eu mal posso esperar pelos outros, tem uma prévia deles AQUI!

Me contem o que acharam?
Beijos, Bru
=)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...