quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Resenha: O Ar Que Ele Respira/ Brittainy C. Cherry

Resenha:

Começamos em abril de 2014 com a narrativa de um Tristan bem humorado, feliz com a vida e entusiasmado com projetos futuros - realizando seus sonhos; que em um piscar de olhos se tornaram pesadelo.
Pouco mais de um ano depois, é Liz quem narra, e sua vida não é muito melhor que de Tristan. Aliás, eles tem mais em comum do que podem imaginar.
Fugindo das lembranças ela se desencontra da vida e resolve volta a lugar onde foi muito feliz, mas parece que os fantasma das lembranças nunca abandonaram a moça que ainda tem um motivo pra continuar, diferente de Tris.
No entanto um quase acidente faz esses corações despedaçados se encontrarem, Tristan tem olhos azuis acinzentados, é arrogante e grosseiro de carteirinha, além de ter péssima fama e um reputação digna de Linha Direta na cidadizinha.
O livro poderia ser a personificação do drama, da depressão e tristeza,um dramalhão digno de patrocínio dos lenços Softys; se não fosse pessoas como a Faye, melhor amiga de Liz, com personalidade, digamos, singular? peculiar?! e também a doce e fofa Emma, filha de Liz.
Ok! Admito que desidratei um pouco.
É intenso, é forte, é desesperador! É uma dor palpável, excita em você aquela dor maior que você já sentiu na vida!
O drama pessoal de cada personagem já é o suficiente para nos envolver nessa leitura. O enredo é uma montanha russa de sentimentos e emoções, os diálogos que são muito bem articulados e desenvolvidos, nos levando do sorriso descomplicado leve, a lanterna dos afogados. Porém, as coisas não param por aí, quando você acha que mais nada pode acontecer, alguns elementos são inseridos na trama e BUMMM 💥! Realmente me pegou desprevenida, eu até imaginava um deles, mas o principal teve sua entrada triunfal! Só de pensar que teremos o segundo livro da série logo menos, começo a me preparar psicologicamente!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...