quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Resenha: A Voz do Arqueiro/ Mia Sheridan




Bom dia pra quem tá apaixonada pelo Archer 😍..

 "Sei que provavelmente sou a última pessoa que você quer ver neste momento, mas achei que, se ficasse sentado na sua varanda, você não ficaria com medo. Não estaria sozinha."


Resenha:

Foi meu primeiro contato com a autora, e pá ela já me jogou no chão com o primeiro capitulo, sem dó ou piedade. Nada uma apresentação amigável, já jogou logo um drama no meu colo e falou "se vira!, você não quis o livro? agora aguenta!", engoli em seco e continuei a leitura.
Quando falam de Archer as pessoas os descreve não apenas como um solitário recurso, mas alguém que não tem acesso a nada por opção, como se vivesse em um mundo paralelo; selvagem, bicho-do-mato, arisco demais - nada de socialização ou tecnologia, nada de relações ou experiência além do chalé em que vive. Seu passado não é nada bonito ou digno de ser memorável, mas em uma cidade tão pequena não tem como fugir disso. Diferente de Bree que foi pra lá na tentativa de fugir dos fantasmas do passado.
Ambos tem muitas feridas e forma diferentes de lidar com elas, Bree se afasta das pessoas e Archer afasta as pessoas. Seria engraçado se Bree não tivesse a ousadia de entrar nesse devastado mundo de Archer e ele ao poucos cedesse.
O problema é que a presença dela na cidade pode despertar o gene competitivo da família Hale, e isso pode culminar no recomeço de um ciclo trágico. E perturbar a paz e estabilidade desenterrando segredos que podem mudar o rumo de todo aquele lugar encantador.
Ele é tão encantador, apesar de toda dor a essencial de menino predomina!


Quer conteúdo exclusivo e em primeira mão? Siga nosso Instagram!

Beijos, Bru


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...