sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Resenha: A Garota do Calendário - Janeiro/ Audrey Carlan


"O surfista era uma delicia. Dava um novo significado a expressão 'colírio para os olhos". (Mia, sobre Wes).

RESENHA:
Mia é descolada, dona da própria vida e sonhadora!
Desde muito jovem assumiu o papel de chefe de família tendo de cuidar da irmã mais nova e do pai viciado em jogos e bebida. Mas não pense que ela é a pobre coitada, ingênua, pura, sofredora, que vive chorando pelos cantos - se tem um papel que ela não se encaixa é de "pobre coitada". Ela aceita a vida, toma decisões com base na razão, faz o que tem de ser feito quando não existem saídas.
Disposta ajudar o pai que se meteu mais uma vez em um fria bem grande, diga-se de passagem; Mia aceita trabalhar na agência de acompanhantes de luxo da sua tia. Acompanhante mesmo, sexo não faz parte das cláusulas de contrato da agência, mas isso não impede que ela se divirta com os clientes por livre e espontânea vontade. Afinal, durante um ano, ela passará cada mês com um cliente diferente.
"O" janeiro de Mia, é o roteirista Wes, bilionário-famoso-surfista-zen, com ele Mia iniciou uma relação baseada em respeito e sinceridade. E dizer adeus não foi fácil, mas ficar não era uma opção. O mês incrível passou, e foi mais agradável do que nunca. Apesar do adeus, laços se formaram e promessas foram feitas, mas será que perdurará ao longo desse ano?
A leitura é rápida e fácil. Sem dramas ou fortes emoções, mas acredito que apesar de ser um livro, Janeiro, conta mais como um capítulo do longo livro que o ano será!
Quem já leu, achou-se mesma coisa? Tive a impressão que só tinha lido um capítulo da estória de Mia!


Conteúdo exclusivo e em primeira mão? Siga nosso instagram @naoemprestolivros!
Beijos, Bru
=)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...