quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Resenha: O Príncipe dos Canalhas/



"E no coração negro e duro de lorde Belzebu, como nos pântanos de Dartmoor, a chuva doce caiu e uma semente de amor brotou naquela terra que até pouco tempo era estéril"


Foi meu primeiro contato do romance de época, a princípio achei a narrativa, o contexto e descrições estranhas, parecia que o esteriótipos contidos no livro estavam errados, não combinavam entre si.
Dain foge nasceu e cresceu renegado pela própria família, passou por todos os tipos de agressões imagináveis, mas ele nunca se comportou como vítima ou algo do gênero. Ele era a prova de todas as contrariedades que uma sociedade arcaica podia suportar. Porém o menino cresceu e ascendeu sobre toda a sociedade, adorado, invejado, temido e odiado pelo mesmo motivo, sua genialidade para fazer fortuna e a ausência de qualquer tipo de afeto.
Jessica, foi chamada pra salvar o irmão das garras de Dain. A moça foge total e completamente do papel feminino daquela época. Ousada, inteligente, irônica e pouco ligando para as tradições a moça deixa muito marmanjo no chão. Dain podia ser comparado a Belzebu, mas Jess conseguia fazer o grandão tremer na base são com um olhar. Sua ousadia, sagacidade o intrigava - que mulher seria aquela que não se intimida por sua presença?
Apesar de toda armadura e comportamento depravado, temos vislumbres de um Dain vulnerável, aquela mesma criança solitária e rejeitada, que não se encaixa em nada. E todo esse histórico de vida nubla sua visão de Jess, a julgando com base na única quase relação que teve no passado. Os casal improvável tem mais afinidade que imagina e talvez a Bela Jess, possa transformar e resgatar o coração negro e sem vida da Fera Dain. A ousadia da moça mais que o irrita, porém ele não sabia que o silencia dela seria mais doloroso do que nunca. Agora o passado está batendo na porta do Duque, esfregando lhe na cara uma cópia fiel e a possibilidade de fazer a escolha certa e encerrar um ciclo.
Não tem nada que eu não tenha amado nesse livro! A trama e a época são encantadores, os diálogos são recheados de surpresas e ousadia, e os dramas são controláveis, não são angustiantes, mas passíveis de serem trabalhados. A valorização do diálogo e do comportamento empático me ganharam, assim como as análises dos fatos. Um romance de época improvável e surpreendente. ❤


Conteúdo exclusivo e em primeira mão? Siga nosso instagram @naoemprestolivros!
Beijos, Bru
=)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...