terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Resenha: A Vingaça Veste Prada/ Lauren Weisberger



 
O livro se passa 10 anos depois de Andy ter comido o pão que o diabo amassou com seu sapato Prada, sendo assistente de Miranda.
Agora a moça está noiva de Max, não, eu não errei o nome e é chefe editora da The Pluge, uma revista que está no topo editorial, junto com sua melhor amiga Emily, acreditem eu também fiquei pasma! A revista em destaque acaba chamando atenção de uma certa entidade do mal chamada Miranda, que quer a todo custo uma reunião urgente.
O livro gira em torno dos dramas pessoais de Andy que está insegura com o casamento, maternidade e as escolhas que a levaram até ali. O que vemos ao longo do livro é um a Andy fraca, imatura é nada assertiva - se esquivando de tudo o que pode, à beira de um ataque de pânico. Realmente não parecia em nada com a ousada, inteligente, determinada e madura Andy de dez anos atrás, o que é um pouco irônico - mas já dizia meu avô "maturidade não tem nada a ver com idade" - tive a impressão que ela se tornou exatamente tudo o que não queria ser é julgava fútil.
No li o primeiro livro, mas amei o filme, e sempre o livro é melhor, logo criei expectativas estratosféricas para a continuação, e depois de ler o título quase surtei imaginado o encontro bombástico, cheio de humor ácido e personagens icônicos e não foi bem assim.
Acho que o livro me fez compreender ainda mais o quanto o ambiente controla e molda nossos comportamentos, o quanto o ambiente social e cultural tem um influência na nossa concepção de personalidade e caráter. A transformação de Andy pra mim é basicamente isso. Mudou o ambiente, os amigos, o trabalho e ela mudou também, ficou mais parecida com essa nova realidade e perdeu os reforçadores que mantinham os comportamentos passados.
Quem mais já leu? O que achou?


Conteúdo exclusivo e em primeira mão? Siga nosso instagram @naoemprestolivros!
Beijos, Bru
=)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...